Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 31, 2010

SOBRE A BIBLIA DAKE E AS BIBLIAS DE ESTUDO

Vi o recente debate na blogosfera sobre a Bíblia Dake, onde as postagens viraram um fórum de debates, com muitos comentários. Um dos papéis dos blogues é justamente esse, de informar e permitir o debate. Não sou contra adquirir tais exemplares. Poderia até comprar a Dake como fonte de pesquisas, mas sinceramente, não está dando mais para acompanhar o mercado editorial gospel. É tanto lançamento! Bíblia de Estudos NVI, Batalha Espiritual e Vitória Financeira, Bíblia de Estudo do Líder Pentecostal, e etc. Eu mesmo possuo várias, sendo a primeira que comprei, a Bíblia Vida Nova em 1987, depois vieram: Scofield, Thompson, Pentecostal, Genebra, Plenitude, Bíblia do Obreiro. Depois de algum tempo, sem comprar nenhuma, adquiri a Bíblia de Jerusalém (católica) e o Novo Testamento versão King James. Antes da Dake, me lembro de ter lido comentários contrários também com relação a Bíblia NVI. Mas na Scofield, e nos comentários de R. N. Champlin, também há coisas bem polêmicas. Eu particularme

O ANTÍDOTO PARA O DESÂNIMO PÓS-MODERNO

Há caminhos alternativos que podem suavizar a desesperança que se espalhou. É possível abandonar a lógica dos grandes projetos, das megalomanias, dos messianismos. As antigas propostas globais de mudança precisam ser redimensionadas para pequenas iniciativas. Antes de querer mudar o planeta, devemos cuidar dos quintais. Para enfrentar o aquecimento global, mudar hábitos cotidianos, como poupar água com banhos rápidos, não abusar do automóvel e, sempre que possível, usar transporte público e até bicicleta. Na política, participar dos conselhos de bairro, envolver-se no chamado Terceiro Setor e nas pequenas ações de desenvolvimento comunitário. Há uma historinha interessante, bastante conhecida. Um homem caminhava e ao mesmo tempo devolvia para o mar peixes que a maré baixa deixou agonizando na praia. Alguém o repreendeu ao afirmar que seu esforço era inútil e tolo; não faria a menor diferença salvar tão poucos peixes. Ao que respondeu: “Realmente, mas para os que se salvaram, fiz to

LEMBRANÇAS ASSEMBLEIANAS

Esse último sábado dia 30/01/2010, enquanto assistia aos programas “Voz das Assembléias de Deus”, do Pr. Samuel Câmara e logo depois o “Movimento Pentecostal do Pr. José Wellington, uma pessoa da minha família, que estava junto, disse: “Parece que a Assembléia de Deus está ficando muito política”. Essa pessoa não está por dentro do que rola nos bastidores convencionais da denominação, disse isso, apenas vendo os dois programas televisivos, mas acertou em cheio no problema. Isso me levou em uma viajem no tempo em minha memória. O ano era 1981, portanto há 29 anos atrás. No início daquele ano eu e minha família, vindas do catolicismo e com uma pequena passagem de 1 ano e meio entre os Testemunhas de Jeová, adentramos pela primeira vez em um templo da igreja Assembléia de Deus. Eu tinha 12 anos, mas como graças a Deus, tenho uma boa memória, me lembro bem dos fatos. No fim daquele mesmo ano, recém completado 13 anos, fui juntamente com meus pais batizado nas águas. Me lembro da igreja n