Postagens

Mostrando postagens de Agosto 11, 2019

A mordomia dos dízimos e ofertas - Subsídio para EBD

Imagem
A Lição de hoje é de suma importância dentro da temática geral do trimestre que é  mordomia cristã . Todavia, visto que trata de um assunto delicado a muitos ouvidos sensíveis (dinheiro), e pelo fato de mexer com um dos pecados sutilmente presente no coração de muitos crentes (a avareza), esse assunto provoca polêmicas e controvérsias. Há quem o defenda apaixonadamente, e há quem o reprove furiosamente! Todavia, como creio que escrevo a mentes limpas, corações regenerados, e a espíritos moderados, estou certo de que este estudo não causará reboliço. Quaisquer desentendimentos que persistirem ao final desse estudo, procuremos resolvê-lo à luz da virtude maior, o amor. Sem este amor, dizimistas e não-dizimistas, ofertantes e não-ofertantes serão condenados ao fogo eterno. I. As fontes de recursos da igreja local Qualquer igreja local precisa de recursos financeiros para se manter e crescer. Isso não é novidade a ninguém, pois até o ministério itinerante de Jesus necessitou de

Os pastores de Trump chegam a Brasília

Imagem
Com financiamento do vice-presidente americano, Capitol Ministries, que tem o objetivo de “converter” políticos a uma visão evangélica da política, já abriu ministérios em seis países latino-americanos desde 2017. Por Andrea Dip e Natália Viana, da Agência Pública. “Esse estudo não é sobre se Deus aceita ou não uma guerra. Ele aceita”, anuncia o pastor americano Ralph Drollinger, em um dos seus estudos bíblicos semanais, com uma voz emotiva porém pausada, calculada para que os visitantes de  seu site  acompanhem o raciocínio. Em seguida, explica que a frase bíblica “Bem-aventurados são os que promovem a paz porque serão chamados filhos de Deus” (Mateus 5:9) diz respeito apenas a “como os fiéis devem conduzir suas vidas pessoais”. Ou seja: não vale para os governos, que podem, sim, ir à guerra. Publicado em maio de 2018, aquele “estudo bíblico” tinha razão de ser, segundo o próprio pastor: ajudar os membros do Governo americano a refletir sobre “a ameaça de guerra com a Síria