Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 1, 2013

Nelson Mandela é um dos grandes exemplos da história contemporânea

Imagem
A vida de   Nelson Mandela   é um dos grandes exemplos da história contemporânea de visão, coragem e liderança.Nelson Mandela demorou mais de 50 anos para descobrir que sua maior arma era o sorriso. Foi um sorridente Nelson Mandela que saiu da cadeia depois de 27 anos confinado em uma ilha. Sorrindo, depois de ter sido injustamente condenado, isolado, perseguido e ter passado a maior parte da vida adulta lutando contra um regime odioso, o do Apartheid, o da segregação e discriminação racial na   África do Sul , transformando negros em cidadãos de segunda classe. Aos 71, quando foi libertado da prisão, Mandela já era um nome conhecido no mundo inteiro. Símbolo de prisioneiro de consciência, embora tivesse aderido por algum tempo à luta armada como gesto desesperado de combate ao Apartheid. Sinônimo do engajamento político em um país dominado por uma elite branca que se mantinha no poder pela violência. Mandela nasceu numa pequena comunidade rural na província de Eastern Cape

Ex-gay, ex-ex-gay e a tal da "cura gay"

Imagem
Sérgio Viula era um menino que amava meninos. Entrou na puberdade e se apaixonou por um amigo. Com esse primeiro namoradinho, iniciou a vida sexual. Aos 16 anos, Sérgio era um rapaz que amava Jesus Cristo. Seduzido pelo papo da colega de trabalho, passou a frequentar uma igreja evangélica. A família, daquelas de formação bem “catolicona”, se converteu junto. Um ano depois, ele se casou com uma moça da igreja. Era como se os desejos homoafetivos tivessem sido trancados no armário, no fundo da gaveta de meias, dentro de uma pastinha cor-de-rosa onde se lia: “PERIGO”. A união durou 14 anos e gerou dois filhos. Nesse período, ele se formou e se pós-graduou em teologia. Virou “ex-gay”, pastor batista, líder do Moses (Movimento pela Sexualidade Sadia) e, como tal, feroz crítico de alas mais liberais da igreja. Sem conversa: Deus reprovava “a intimidade entre iguais”. Deu na Bíblia. Mais precisamente no texto de Levítico. Lá consta: homens que se deitam com outros homens praticaram