Postagens

Mostrando postagens de Maio 26, 2019

'Será que não está na hora de termos um ministro no Supremo Tribunal Federal evangélico?', diz Bolsonaro em evento da AD Madureira em Goiás

Imagem
Presidente disse que a Corte está legislando por equiparar homofobia a crime de racismo. Declaração foi dada em evento da Assembleia de Deus Ministério Madureira, em Goiânia. Por Vitor Santana, G1 GO 31/05/2019 11h31    Atualizado  há uma hora Jair Bolsonaro questiona se não está na hora do STF ter um ministro evangélico Jornal GloboNews edição das 10h --:-- / --:-- Bolsonaro é aplaudido após questionar se STF não deveria ter um ministro evangélico O presidente  Jair Bolsonaro  (PSL) disse que os ministros do  Supremo Tribunal Federal (STF) "estão legislando" ao discutir a equiparação de homofobia ao crime de racismo, e questionou nesta sexta-feira (31) se não estaria na hora de a Corte ter um magistrado evangélico. “Com todo respeito ao Supremo Tribunal Federal, eu pergunto: existe algum

“Esgotamento pastoral é uma das causas do suicídio”, diz Augustus Nicodemus

Imagem
Pastor presbiteriano já foi diagnosticado com Síndrome de Burnout ão Augustus Nicodemus. (Foto: Reprodução / Facebook - Augustus Nicodemus) PUBLICIDADE TWITTER O reverendo Augustus Nicodemus Lopes, da Igreja Presbiteriana de Recife (PE), revelou que a agenda intensa a que ele era submetido o levou a um estágio de esgotamento, um cansaço intenso que tem acometido muitos pastores no país. O cansaço agudo atingiu o pastor há dois anos, quando ele liderava a igreja em Goiânia (GO) e era responsável por muitos ministérios, além de seus compromissos como escritor, atendimento pastoral e ainda o compromisso com a família. “Eram três expedientes, de manhã, de tarde e de noite. E muitas viagens, dentro do Brasil e muitas vezes em situações muito difíceis”, afirma ele dizendo que essas viagens eram longas e muito cansativas. “Fiz isso durante muitos anos e o combustível emocional e mental foi terminando e eu fui diagnosticado com síndrome de Burnout”, um distú

Jogos de Poder

Assisti ao filme “Jogos do Poder”, estrelado pelos atores, Tom Hanks e Julia Roberts. O filme fala sobre a participação dos Estados Unidos na época da invasão soviética no Afeganistão (1979-1989). Alguns cientistas políticos dizem que foi “o Vietnã”, da ex-União Soviética, e um dos fatores que aceleraram sua queda. Filme a parte, falando agora, sobre o título, jogos do poder e relacionando com a Palavra, pode-se dizer que, tudo é jogo neste mundo caído. Jogo consciente. Jogo inconsciente. Mas é jogo, e nós nem sempre nos damos conta disso. A prova mais cabal desse “Game” que se instalou como sistema de interpretação e também de prática humanos, nos vem do próprio Trama que "Historificou" a Cruz. Se não, veja: Temos Jesus e seus discípulos. Um movimento cresce... Curas, milagres, doutrina que se difere de tudo e todos; autoridade nunca vista, e um sentimento de maravilha que domina a tudo e todos: Deus visitou os homens! O povo é apenas o povo. O povo não luta co