Postagens

Mostrando postagens de Setembro 20, 2009

JESUS É MAIOR QUE A RELIGIÃO

"Ao longo de 2000 anos de história, duas forças, ora conflitantes, ora complementares, moldaram a Igreja Católica: a doutrina do amor e o amor pela doutrina. Dom José Cardoso Sobrinho, arcebispo de Olinda e Recife, é sem dúvida um homem da segunda força. Ele reintera ponto por ponto as declarações que o transformaram na figura mais criticada no caso da menina de 9 anos, estuprada pelo padrasto que engravidou de gêmeos e fez um aborto legal. A excumunhão dos adultos envolvidos é exigida pelas leis da Igreja, diz dom José, que considera ter cumprido o seu dever. "Estou tranquilíssimo", repete nesta entrevista". Fonte: www.veja.com.br - Revista Veja, edição 2104, páginas amarelas). Apesar do texto acima, fazer referência à Igreja Católica, sabemos que no meio protestante, também há suas "exclusões e disciplinas", muitas vezes injustas e sem misericórdia. Fiquei pensando o quanto distante está a "igreja" do que viveu e ensinou Jesus Cristo. No livro

POSTAGEM SOBRE CAIO FÁBIO CAUSA POLÊMICA

Esta semana, o irmão Leonardo, do blog Púlpito Cristão (www.pulpitocristao.com), fez uma postagem, boa por sinal, onde ele expressava sua opinião positiva sobre o Pastor Caio Fábio. O post, recebeu mais de cem comentários. O choque que eu levei, foi a quantidade de pessoas que escreveram de forma agressiva, raivosa e já emitindo juízo sobre a pessoa descrita. Ora, haver opiniões diferentes sobre uma pessoa ou assunto, acho algo natural. Mas, pela polêmica instalada, o que assustou, foi a forma como estas diferenças de idéias foram colocadas. Puxa vida, quanto julgamento sem misericórdia! Em nome de uma “suposta” defesa da ortodoxia, bons costumes e moral religiosa, o que se viu foram pessoas praticamente mandando o Caio para a fogueira da inquisição e ainda reservando um lugar para você, que simplesmente expressou sua opinião pessoal sobre ele. Frases como: “Ele pecou”, “Está em pecado”, “É um adúltero”, “Vive com outra mulher”, “Baixou um cantor do mundo em um reunião que dirige”, “

DÚVIDAS DE UMA JOVEM - "COMO SABER A CONFIRMAÇÃO DO SENHOR?"

Recebi este email, de uma jovem, e sabendo que a mesma dúvida, pode ser compartilhada por mais pessoas, vou postá-lo, juntamente com a minha resposta. Retirei a identificação, para evitar algum constrangimento. Aqui vai: "Paz do Senhor, adorei e estou acompanhando o seu blog, isso quero aprender como ser mulher virtuosa, pois tenho um namorado maravilhoso e amado... Eu e ele temos orado para o Senhor abençoasse o nosso namoro e até nosso futuro. Bom, conheci o meu namorado através da internet, e nos apaixonamos. Eu fui à cidade dele no Estado de São Paulo, sendo que moro em uma cidade do Estado do Mato-Grosso. Então, ele me contou que uma irmã, teve uma profecia para meu namorado, que o Senhor prepararia uma esposa. Na profecia, aparecia uma mulher vindo de longe, com malas na mão e era cabelos lisos. Isso, tem significado comigo, pois eu fui na cidade dele para conhecer ele e a sua família. Quando eu apareci, ele foi ao aeroporto, me buscar, ao me abraçar, eu estava com malas e

Duas notícias - Manifestação no Rio contra Intolerância Religiosa e a morte do Pr. Fanini

NOTÍCIA 1: Católicos, evangélicos, muçulmanos, judeus e, principalmente, seguidores de religiões de origem afro se reuniram na Praia de Copacabana neste domingo durante a 2ª Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa. Cerca de 80 mil pessoas, segundo a Polícia Militar, tomaram quase 1 km da orla. Participaram do evento o ministro da Igualdade Racial, Edson Santos; o secretário de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso; além de representantes dos estados e da Nigéria. Marcada para as 10h, a manifestação atrasou quatro horas para esperar o grupo judeus, que estava na sinagoga. Para representar a unidade entre as religiões, o sucesso evangélico Faz um Milagre em Mim, de Regis Danese, foi cantado em iorubá pelo sacerdote do candomblé Babá Òguntundelewa. "Votamos o estatuto da Igualdade Racial para dignificar, sobretudo, as religiões afrodescendentes. Mas o governo federal apoia todos os segmentos religiosos", defende o ministro Edson Santos. Segundo a coordenadora da Comissão